sexta-feira, junho 02, 2006

Desespero



A imagem fala por si, retratando a dor desta iraquiana que perdeu a nora, grávida, e um primo, que foram mortos quando se dirigiam à maternidade de Samarra. As forças norte-americanas recusam-se a comentar o incidente.
Ponham-se na posição desta mulher...
Se vos entrassem pela casa a dentro e matassem toda a vossa família argumentando que as pessoas que vocês mais amam são apenas "danos colaterais", que atitude tomariam?
Que nome poderemos dar aqueles que invadem o nosso espaço e nos tiram as razões pelas quaias vivemos?
Afinal quem é o criador do verdadeiro terror?
Afinal, quem são os terroristas?


2 comentários:

somalio disse...

nada mais nada menos do que tentar levar os que pudesse comigo

abraço

NNQUELUZNN disse...

So acho que temos que voltar mais atras nesta historia , se voltassemos ao inicio de todos estes conflitos teriamos de voltar ao imperio muçulmano e ás cruzadas , não esquecer que fomos conquistados e dominados durante seculos por estes povos... se tivessem enviado um aviao contra o colombo a um sabado á tarde , contra a ponte 25 de Abril ou contra um outro local de portugal ja pensariamos o contrario , " quero combater os islamicos e levar os que puder comigo " , sei bem que existe muito mais assuntos por detras disto , mas se resumirmos tudo a um simples texto é assim que se tem que ver as coisas , se fosse a nos que fizessem actos terroristas tambem quereriamos ir mata-los... se algum acto religioso fanatico matasse um ente querido era olho por olho dente por dente e sei bem , que assim nunca passaremos da cepa torta neste pequeno planeta... mas o ser humano é assim mesmo , posso dizer que nunca faria tal coisa , mas se me matassem a mulher ou pai ou mae ou irmao , podemos dizer com convicção que ficariamos a chora-los e não fariamos nada?