sábado, março 25, 2006

TIAHUANACO: MAIS UM CAPÍTULO DESCONHECIDO DA HISTÓRIA

A cidade de Tiahuanaco, Bolívia, hoje um sítio arqueológico, além de muitos mistérios em torno de seus monumentos possui um panorama de outro planeta. A região é árida e qualquer esforço físico é uma tortura para quem não é dali, pois está a mais de 4.000 metros de altitude.

Espalhados nos arredores de Tiahuanaco estão blocos de arenito com peso de 100 toneladas que sustentam monolitos com mais de 60, superfícies lisas com canaletas exatíssimas ligam-se às gigantescas pedras tendo entre si grampos de cobre perfeitamente encaixados, em blocos de pedra de 10 toneladas encontram-se furos de 2,5 metros de comprimento, cuja finalidade é desconhecida.

Uma das engenhosidades da região estende-se por uma área de 4.000 metros quadrados. São elevações artificiais (pilares) cujo topo, absolutamente planos, sugerem que ali existam edifícios soterrados. Seus exímios arquitetos viveram entre os anos 1580 a.C. e 1200. De acordo com arqueólogos bolivianos, o que hoje é visto no sítio arqueológico de Tiahuanaco não representa nem 5% do que era essa cidade no passado. São capítulos desconhecidos da História, mas que ainda podem ser testemunhados ao caminhar, sem pressa, pelas margens do Lago Titicaca...

Uma lenda é a única explicação para a origem do povo Tiahuanaco. Ela descreve uma aeronave dourada, procedente das estrelas. Nela teria vindo uma mulher, Orjana, com a missão de tornar-se a mãe da Terra. Orjana tinha membranas entre os dedos, como nadadeiras no lugar das mãos. Ela deu à luz 70 filhos e regressou em seguida às estrelas.
De facto existem rochas em Tiahuanaco com desenhos que mostram seres de 4 dedos. Não há explicação plausível nem sobre a origem, nem sobre o fim dessa cultura...

Sem comentários: