sábado, março 25, 2006

LIVRO DOS MORTOS EGÍPCIO: DESMISTIFICANDO A HISTÓRIA

O Livro dos Mortos não é mais que uma coleção de feitiços, hinos e orações que pretendiam garantir a passagem segura e curta do falecido ao outro mundo.

O pergaminho de Nevolen relata o transporte da alma até Osíris: um barco leva o esquife negro, que contém a múmia do defunto, e os canopus; Ísis está próxima à cabeça e Neftis dos pés da múmia, ambas vestidas de vermelho.
Após Anúbis receber o ataúde, a alma se ergue e começa a adorar os quatros génios do Oriente, as aves sagradas e Amon. Então, a alma é introduzida no Tribunal de Osíris.

O papiro de Nes-min mostra o que acontece com a alma após entrar no Tribunal de Osíris, o deus dos mortos, que determina o mérito do defunto para entrar na próxima vida, avaliando suas ações no plano terrestre.

O coração do defunto está sendo pesado na balança da deusa Maat, que representa a verdade e a justiça. O deus-jacal, Anúbis, da um voto a favor do defunto, restabelecendo o equilíbrio, enquanto isso, o deus-falcão, Hórus olha para o deus-íbis Thoth, o secretário dos deuses, dando o veredicto favorável para o morto.
O defunto eleva suas mãos em júbilo, acompanhado pela deusa Maat. Em sua frente está Ammut, um monstro com partes de hipopótamo, crocodilo e leão, que o teria aniquilado caso o julgamento fosse desfavorável.
Para os egípcios, todo ser humano possuía várias almas ( Ba, Akh, etc. ) e um Ka, uma espécie de corpo etéreo. Quando um homem morria as suas várias almas libertavam-se e assumiam a forma de um pássaro com cabeça humana. Para os eleitos ( faraós, hierofantes, nobres, etc. ) acreditava-se que as almas transformavam-se em estrelas do céu.

3 comentários:

Anónimo disse...

Eu descobri um dos segredos do Livro dos Mortos, e da Biblioteca de Alexandre, mas antes de divulga a minha descoberta eu gostaria de sabe se a foto divulgada no brog e a foto verdadeira do livro dos mortos.

Anónimo disse...

O tipo de imagem com certeza é apenas ilustrativa, pois a técnica não condiz com o período. Deve apenas ser um apelo visual. Além disso a inscrição na página ao lado não parece egípcia.

Anónimo disse...

Onde posso comprar o livro, a versão portuguesa?? Se alguem souber mande e-mail para juana.tuttigirls@hotmail.com